Impermeabilização de estofados

A impermeabilização de sofá é bastante popular. Contudo, essa impermeabilização não é feita somente em sofás. Ela pode ser feita em almofadas, colchões, cadeiras estofadas, pufes, poltronas e em banquetas. Esse processo de impermeabilização protege os móveis revestidos de tecido contra líquidos oleosos ou aquosos. A poeira também é evitada com a impermeabilização impedindo que ela impregne nas fibras dos tecidos. Esse impedimento proporciona que a cor original fique presente por mais tempo e mantem os estofados sempre limpos.

A impermeabilização de estofados, sofás ou tecidos é um processo em que a trama do tecido é envolvida por uma resina e repeli o líquido que tiver contato com a superfície do estofado que foi impermeabilizada. Pelos estofados serem revestidos por materiais diferentes, alguns tipos pode precisar de uma nova aplicação de impermeabilizante. Tintas de caneta, batom e urina de animais são resistentes aos impermeabilizantes, podendo causar manchas nos estofados, mesmo tendo sido impermeabilizados.,

Impermeabilização de estofados
Impermeabilização de estofados

O tecido não sofrerá alteração com a aplicação dos impermeabilizantes, a textura e a cor serão mantidas, não havendo preocupação quanto a isso. A substância nesse procedimento é líquida e é pulverizada com uma bomba spray na superfície do móvel. Os sofás padrões de 2 e 3 lugares levam 1 hora mais ou menos para serem impermeabilizados.

Quando a aplicação for iniciada deve-se ter cuidado com a segurança e também com os equipamentos que devem ser utilizados em quem for aplicar a substância. Essa substância é uma substância química muito inflamável que serve como combustível para explosões e incêndios. Enfim, durante a impermeabilização não se deve acender fósforo, ou isqueiro, ou chama de fogão/forno. Não acenda lâmpada, vela, abajur ou estar próximo a fogões ou em locais muito fechados são proibidos também. O aplicador deve usar óculos, luvas e máscaras para a proteção individual.

A impermeabilização é aconselhada a ser feita em um local próprio para evitar que haja focos de incêndio, ou seja, dentro da casa do cliente não é o procedimento correto para a impermeabilização. Os profissionais que prestem esse serviço devem ser profissionais em Química e cadastrada no CRQ (Conselho Regional de Química). Os clientes devem pedir que uma certidão seja apresentada para ter certeza que a empresa esteja regularizada no CRQ.

As devidas medidas de segurança devem ser solicitadas à empresa por escrito e antes da contratação do serviço. Essas medidas de segurança devem ser feitas antes, durante e no decorrer do procedimento da impermeabilização. Se essa orientação não for permitida, o melhor é procurar outra empresa que preste o serviço e tome esse cuidado com o cliente.

O estofado que receber a impermeabilização pode ser limpado 1 a 2 vezes por semana com um aspirador de pó. O aspirador irá retirar a poeira que se acumular na superfície do móvel. Se algum líquido for derramado acidentalmente no tecido deve-se remover com um papel de caráter absorvente. Não pode esfregar ou pressionar o papel absorvente no líquido para que ele não entre em contato com o tecido.

Os móveis que forem impermeabilizados podem passar por uma lavagem. Depois de 3 ou 4 anos que a impermeabilização for feita, o procedimento será de menor eficácia e o estofado deve passar por uma limpeza mais complexa. O sofá, tecido ou estofado que passar pelo processo de impermeabilização e for usado por 1 ano, se for lavado nesse período, terá o mesmo aspecto original de quando comprado. O estofado que não passar por esse processo terá manchas de aspecto encardido que não irão sair na lavagem e os tecidos ficarão desbotados. A cada lavagem os móveis devem ser impermeabilizados novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *